Osmar Junior

[…]O terra, terra, terra! Ouve a palavra do SENHOR. — Jeremias 22:29

Falácias Lógicas: Bifurcação

Falácia: s.f. Engano, ilusão, sofisma. / Filosofia.
Argumento capcioso que induz a erro.

Uma pessoa comete a falácia da bifurcação quando afirma que existem apenas duas possibilidades mutuamente exclusivas, quando, na verdade, há uma terceira opção. Por esta razão, a falácia também é conhecida como a falácia ou-ou e do falso dilema.

Um exemplo simples é:

“Ou o semáforo está vermelho, ou está verde.”

Esta é obviamente falaciosa, pois a luz pode estar amarela.

Um exemplo mais realista é a seguinte:

“Ou você tem fé ou você é racional”.

Isso cai na falácia da bifurcação, uma vez que existe uma terceira possibilidade: podemos ter fé e ser racional. Na verdade, a fé é essencial para ter racionalidade (por exemplo, para fazer sentido das leis da lógica).

“Ou o universo opera sobre leis naturais, ou Deus está constantemente realizando milagres.”

Isso também é falacioso porque existe uma terceira possibilidade: o universo opera em uma lei na maioria das vezes, e Deus, ocasionalmente, realiza um milagre.

Às vezes, o debate sobre as origens é enquadrado como “fé versus razão”, “ciência ou religião”, ou “a Bíblia versus ciência.” Estes são todos falsos dilemas. Fé e razão não são contrárias. Eles vão bem juntos (uma vez que todo o raciocínio pressupõe um tipo de fé).

Da mesma forma, a ciência ea religião (a religião cristã para ser específico) não são mutuamente exclusivas. Na verdade, é o sistema Cristão que dá sentido à ciência e a uniformidade da natureza. Da mesma forma o debate não deve ser enquadrada como “a Bíblia vs ciência”, já que os procedimentos da ciência são totalmente compatíveis com a Bíblia. Na verdade, a ciência é baseada na cosmovisão bíblica; ciência exige previsibilidade na natureza, que só é possível graças ao fato de que Deus sustenta o universo de uma forma consistente, que é agradável ao entendimento humano. Essa previsibilidade só não faria sentido em um universo pro “acaso”.

A falácia da bifurcação pode ser mais difícil de detectar quando a pessoa implica apenas que só existem duas opções, em vez de declarar explicitamente isso.

“Eu nunca poderia viver pela fé, porque eu sou uma pessoa racional.”

Esta frase implicitamente nos apresenta apenas duas opções: ou a fé, ou racionalidade. Mas, como já mencionado anteriormente, estes não são exclusivos. Uma pessoa racional deve ter algum grau de fé. Assim, o cristão tem uma opção, a terceira não mencionada:  fé e racionalidade.

“A Bíblia ensina que ‘em Cristo todas as coisas subsistem.’ Mas agora sabemos que as forças da gravidade e do eletromagnetismo é o que manter o universo unido. “

Este é um exemplo da falácia da bifurcação, porque o crítico tem assumido implicitamente que ou Deus mantém o universo em conjunto, ou a gravidade e eletromagnetismo. No entanto, estes não são exclusivos. “Gravidade” e “eletromagnetismo” são simplesmente o nome que damos para a maneira na qual Deus mantém o universo unido. Leis da natureza não são um substituto para o poder de Deus. Ao contrário, são um exemplo do poder de Deus.

“Você não deve realmente acreditar que Deus vai responder à sua solicitação para a cura, caso contrário você não teria ido ao médico.”

O falso dilema implícito aqui é que, ou o médico vai ajudar a pessoa ou Deus. Mas por que não pode ser ambos? Deus pode usar as ações humanas como parte dos meios pelos quais Ele realiza a Sua vontade.

Por outro lado, em algumas situações realmente existem apenas duas opções, e não é falacioso dizer assim. “Ou o meu carro está na garagem, ou ele não está na garagem”, não comete falácia.  Quando Jesus afirma: “Quem não está comigo está contra mim“(Mateus 12:30, NAS ), Ele não cometeu qualquer falácia, porque Deus está em condições de nos dizer que não existe uma terceira opção ( “neutro”). (Uma tentativa de ser neutro em relação a Deus é pecado e, portanto, não neutro.)  A chave para detectar falácias da bifurcação é prestar atenção para casos em que apenas duas opções são apresentadas (explícita ou implicitamente) e considerar cuidadosamente se existe ou Não uma terceira possibilidade.

Fonte: www.answersingenesis.org

Anúncios

Uma resposta para “Falácias Lógicas: Bifurcação

  1. REMBRANDT DONIZETTE CASTRO 20 de dezembro de 2009 às 19:11

    Diz-se que nada existia antes do Big Bang; existia, porém,a força que provocou a grande explosão, porque, se nada existisse, não existiria nada para desencadear a explosão. As duas possibilidades são : OU ESTA FORÇA É DEUS OU A TEORIA DO BIG BANG PRECISA SER REVISTA. Existe uma terceira opção?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: